PNLD 2019 – Editora Saraiva
WP_Query Object ( [query] => Array ( [post_type] => pnld2018 ) [query_vars] => Array ( [post_type] => pnld2018 [error] => [m] => [p] => 0 [post_parent] => [subpost] => [subpost_id] => [attachment] => [attachment_id] => 0 [name] => [static] => [pagename] => [page_id] => 0 [second] => [minute] => [hour] => [day] => 0 [monthnum] => 0 [year] => 0 [w] => 0 [category_name] => [tag] => [cat] => [tag_id] => [author] => [author_name] => [feed] => [tb] => [paged] => 0 [meta_key] => [meta_value] => [preview] => [s] => [sentence] => [title] => [fields] => [menu_order] => [embed] => [category__in] => Array ( ) [category__not_in] => Array ( ) [category__and] => Array ( ) [post__in] => Array ( ) [post__not_in] => Array ( ) [post_name__in] => Array ( ) [tag__in] => Array ( ) [tag__not_in] => Array ( ) [tag__and] => Array ( ) [tag_slug__in] => Array ( ) [tag_slug__and] => Array ( ) [post_parent__in] => Array ( ) [post_parent__not_in] => Array ( ) [author__in] => Array ( ) [author__not_in] => Array ( ) [ignore_sticky_posts] => [suppress_filters] => [cache_results] => 1 [update_post_term_cache] => 1 [lazy_load_term_meta] => 1 [update_post_meta_cache] => 1 [posts_per_page] => 10 [nopaging] => [comments_per_page] => 50 [no_found_rows] => [order] => DESC ) [tax_query] => WP_Tax_Query Object ( [queries] => Array ( ) [relation] => AND [table_aliases:protected] => Array ( ) [queried_terms] => Array ( ) [primary_table] => pNSa_posts [primary_id_column] => ID ) [meta_query] => WP_Meta_Query Object ( [queries] => Array ( ) [relation] => [meta_table] => [meta_id_column] => [primary_table] => [primary_id_column] => [table_aliases:protected] => Array ( ) [clauses:protected] => Array ( ) [has_or_relation:protected] => ) [date_query] => [queried_object] => WP_Post_Type Object ( [name] => pnld2018 [label] => Literaturas [labels] => stdClass Object ( [name] => Literaturas [singular_name] => Literatura [add_new] => Nova literatura [add_new_item] => Adicionar nova literatura [edit_item] => Editar literatura [new_item] => Nova literatura [view_item] => Visualizar literatura [view_items] => Ver posts [search_items] => Buscar literaturas [not_found] => Nenhuma literatura encontrada. [not_found_in_trash] => Não há nenhuma literatura na lixeira. [parent_item_colon] => [all_items] => Todas as literaturas [archives] => Todas as literaturas [attributes] => Atributos do post [insert_into_item] => Inserir no post [uploaded_to_this_item] => Anexadas a este post [featured_image] => Imagem destacada [set_featured_image] => Definir imagem destacada [remove_featured_image] => Remover imagem destacada [use_featured_image] => Usar como imagem destacada [filter_items_list] => Filtrar lista de posts [items_list_navigation] => Navegação da lista de posts [items_list] => Lista de posts [menu_name] => Literaturas [name_admin_bar] => Literaturas ) [description] => [public] => 1 [hierarchical] => [exclude_from_search] => [publicly_queryable] => 1 [show_ui] => 1 [show_in_menu] => 1 [show_in_nav_menus] => 1 [show_in_admin_bar] => 1 [menu_position] => 4 [menu_icon] => dashicons-fa-ico1 [capability_type] => post [map_meta_cap] => 1 [register_meta_box_cb] => [taxonomies] => Array ( ) [has_archive] => 1 [query_var] => pnld2018 [can_export] => 1 [delete_with_user] => [_builtin] => [_edit_link] => post.php?post=%d [cap] => stdClass Object ( [edit_post] => edit_post [read_post] => read_post [delete_post] => delete_post [edit_posts] => edit_posts [edit_others_posts] => edit_others_posts [publish_posts] => publish_posts [read_private_posts] => read_private_posts [read] => read [delete_posts] => delete_posts [delete_private_posts] => delete_private_posts [delete_published_posts] => delete_published_posts [delete_others_posts] => delete_others_posts [edit_private_posts] => edit_private_posts [edit_published_posts] => edit_published_posts [create_posts] => edit_posts ) [rewrite] => Array ( [slug] => pnld2018-saraiva [with_front] => [pages] => 1 [feeds] => 1 [ep_mask] => 1 ) [show_in_rest] => [rest_base] => [rest_controller_class] => ) [queried_object_id] => [request] => SELECT SQL_CALC_FOUND_ROWS pNSa_posts.ID FROM pNSa_posts WHERE 1=1 AND pNSa_posts.post_type = 'pnld2018' AND (pNSa_posts.post_status = 'publish') ORDER BY pNSa_posts.post_date DESC LIMIT 0, 10 [posts] => Array ( [0] => WP_Post Object ( [ID] => 420 [post_author] => 2 [post_date] => 2018-10-09 16:32:23 [post_date_gmt] => 2018-10-09 19:32:23 [post_content] => Poemas leves, bem-humorados, que revelam uma espécie de autobiografia da poetisa. Com jogos de palavras e sons, verdadeiros trocadilhos, os poemas levam a múltiplas imagens – algumas quase improváveis –, um presente que, muitas vezes, somente o texto lírico pode oferecer. [post_title] => Trocadilho [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [post_password] => [post_name] => trocadilho [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2018-10-11 15:36:57 [post_modified_gmt] => 2018-10-11 18:36:57 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://pnld.editorasaraiva.com.br/?post_type=pnld2018&p=420 [menu_order] => 0 [post_type] => pnld2018 [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [1] => WP_Post Object ( [ID] => 414 [post_author] => 2 [post_date] => 2018-10-09 16:21:55 [post_date_gmt] => 2018-10-09 19:21:55 [post_content] => Nicolau é um menino estranho aos olhos dos outros. Gosta de ficar sozinho, diz que conversa com o avô que já morreu, lê muito, gosta de escrever e quase não brinca fora de casa. Seu irmão, Ariel, é uma criança como as outras: alegre, brincalhão, está sempre na rua com os outros meninos. A comparação é inevitável: Nicolau é esquisito, Ariel é uma criança normal. Os pais parecem pensar assim, a professora também, a coordenadora da escola, idem. Só a avó de Nicolau pode entendê-lo: "Você é uma criança apenas diferente", diz ela. À medida que Nicolau cresce, vai tendo certeza de que é diferente e aprendendo a aceitar isso, ou seja, entende que não é anormal nem doente. Adulto, torna-se escritor e, ao ter um filho, parecido com ele, aceita e compreende a necessidade de solidão do menino. [post_title] => Apenas diferente [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [post_password] => [post_name] => apenas-diferente [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2018-10-09 17:53:21 [post_modified_gmt] => 2018-10-09 20:53:21 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://pnld.editorasaraiva.com.br/?post_type=pnld2018&p=414 [menu_order] => 0 [post_type] => pnld2018 [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [2] => WP_Post Object ( [ID] => 417 [post_author] => 2 [post_date] => 2018-10-09 16:21:30 [post_date_gmt] => 2018-10-09 19:21:30 [post_content] => Uma terra governada apenas por crianças: esta é a situação imaginada pelo autor, que cria um mundo de delícias e maravilhas, sem violência, de desencontros se transformando em encontros e de muita, muita alegria. [post_title] => Se criança governasse o mundo... [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [post_password] => [post_name] => secriancagovernasseomundo [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2018-10-09 17:54:18 [post_modified_gmt] => 2018-10-09 20:54:18 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://pnld.editorasaraiva.com.br/?post_type=pnld2018&p=417 [menu_order] => 0 [post_type] => pnld2018 [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [3] => WP_Post Object ( [ID] => 310 [post_author] => 2 [post_date] => 2018-08-31 11:17:45 [post_date_gmt] => 2018-08-31 14:17:45 [post_content] => O que aconteceria se a realidade se revelasse mais fantástica que a imaginação? Penetrando num mundo incrível, a jovem Ana Z. conhece a si mesma.   [post_title] => Ana Z. aonde vai você? [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [post_password] => [post_name] => anazaondevaivoce [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2018-09-21 19:55:08 [post_modified_gmt] => 2018-09-21 22:55:08 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://pnld.editorasaraiva.com.br/?post_type=pnld2018&p=310 [menu_order] => 0 [post_type] => pnld2018 [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [4] => WP_Post Object ( [ID] => 309 [post_author] => 2 [post_date] => 2018-08-31 11:16:28 [post_date_gmt] => 2018-08-31 14:16:28 [post_content] => Um dia, uma árvore se vê sozinha no mundo. Mas nem por isso deixa de seguir em frente com sua vida. Ela continua a dar frutos, flores e abrigo a todos que vivem em sua volta.   [post_title] => A última árvore do mundo [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [post_password] => [post_name] => aultimaarvoredomundo [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2018-09-21 19:57:23 [post_modified_gmt] => 2018-09-21 22:57:23 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://pnld.editorasaraiva.com.br/?post_type=pnld2018&p=309 [menu_order] => 0 [post_type] => pnld2018 [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [5] => WP_Post Object ( [ID] => 308 [post_author] => 2 [post_date] => 2018-08-31 11:14:37 [post_date_gmt] => 2018-08-31 14:14:37 [post_content] => Walter e Silvia viviam na mesma rua. E como se viam todos os dias, começaram a gostar de verdade um do outro. Acontece que Walter e Silvia são árvores, e se não fosse pelo bem-te-vi Benjamim, eles jamais saberiam que seus sentimentos eram correspondidos. Infelizmente, nem todos na vizinhança compreendem essa paixão - e tem gente até dizendo que suas demonstrações de afeto não passam de “pouca vergonha”. Mas esse casal verde vai contar com a ajuda de alguns intrépidos amigos, que farão o possível e o impossível para que esse romance tenha um final feliz.   [post_title] => Casal verde [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [post_password] => [post_name] => casalverde [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2018-09-21 20:08:18 [post_modified_gmt] => 2018-09-21 23:08:18 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://pnld.editorasaraiva.com.br/?post_type=pnld2018&p=308 [menu_order] => 0 [post_type] => pnld2018 [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [6] => WP_Post Object ( [ID] => 307 [post_author] => 2 [post_date] => 2018-08-31 11:13:04 [post_date_gmt] => 2018-08-31 14:13:04 [post_content] => Na casa de Felipe e Gabi, todos os dias, o pai ou a mãe preparam o jantar e depois um dos dois conta histórias para os filhos dormirem. Mas, um dia, os pais chegam exaustos do trabalho e mandam as crianças para a cama. Felipe, então, tem uma ideia: naquela noite, eles contarão histórias para os pais adormecerem.   [post_title] => De noite no bosque [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [post_password] => [post_name] => denoitenobosque [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2018-09-21 20:13:39 [post_modified_gmt] => 2018-09-21 23:13:39 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://pnld.editorasaraiva.com.br/?post_type=pnld2018&p=307 [menu_order] => 0 [post_type] => pnld2018 [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [7] => WP_Post Object ( [ID] => 305 [post_author] => 2 [post_date] => 2018-08-31 11:08:20 [post_date_gmt] => 2018-08-31 14:08:20 [post_content] => No século XVI, em Portugal, um garoto de 15 anos é condenado a trabalhar na frota portuguesa e embarcar para o novo mundo. A viagem acaba em naufrágio e, quando consegue pisar em terra firme, o menino sobrevive meses solitário, até encontrar um povoado. Entre paixões, perigos e descobertas, há o confronto das verdades estabelecidas e o desassossego de uma vida cheia de indagações.   [post_title] => Fragosas brenhas do Mataréu [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [post_password] => [post_name] => fragosasbrenhasdomatareu [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2018-09-21 20:24:02 [post_modified_gmt] => 2018-09-21 23:24:02 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://pnld.editorasaraiva.com.br/?post_type=pnld2018&p=305 [menu_order] => 0 [post_type] => pnld2018 [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [8] => WP_Post Object ( [ID] => 304 [post_author] => 2 [post_date] => 2018-08-31 11:06:10 [post_date_gmt] => 2018-08-31 14:06:10 [post_content] => Esta edição já está de acordo com a nova ortografia. Quem pensa que vida de guri é só alegria, jogo de bola e banho de açude precisa olhar mais de perto, atentamente, para descobrir que é muito mais do que isso. Vida de guri também é ansiedade com as novas descobertas, os ritos de iniciação, o pesadelo nas noites acaloradas, a cumplicidade gostosa do avô ou do cusco. É também o chamado para o combate, a convivência com a intolerância, o medo da humilhação, o confronto com a morte, o controle do animal que existe dentro de si. Mas o melhor da vida de guri é exasperar-se com o universo indecifrável das mulheres, o despertar para o próprio valor e a esperança no que está por vir.   [post_title] => Ilhados - Tratado sobre guris [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [post_password] => [post_name] => ilhadostratadosobreguris [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2018-09-21 20:31:43 [post_modified_gmt] => 2018-09-21 23:31:43 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://pnld.editorasaraiva.com.br/?post_type=pnld2018&p=304 [menu_order] => 0 [post_type] => pnld2018 [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [9] => WP_Post Object ( [ID] => 303 [post_author] => 2 [post_date] => 2018-08-31 11:02:50 [post_date_gmt] => 2018-08-31 14:02:50 [post_content] => Jeca morava debaixo da terra e nunca tinha novidades para contar. Até que foi parar na cidade e conheceu um mundo de coisas diferentes. Agora, lá na mata, todo mundo quer ouvir as histórias do tatu Jeca!   [post_title] => Jeca, o tatu [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [post_password] => [post_name] => jecaotatu [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2018-09-21 20:33:28 [post_modified_gmt] => 2018-09-21 23:33:28 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://pnld.editorasaraiva.com.br/?post_type=pnld2018&p=303 [menu_order] => 0 [post_type] => pnld2018 [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) ) [post_count] => 10 [current_post] => -1 [in_the_loop] => [post] => WP_Post Object ( [ID] => 420 [post_author] => 2 [post_date] => 2018-10-09 16:32:23 [post_date_gmt] => 2018-10-09 19:32:23 [post_content] => Poemas leves, bem-humorados, que revelam uma espécie de autobiografia da poetisa. Com jogos de palavras e sons, verdadeiros trocadilhos, os poemas levam a múltiplas imagens – algumas quase improváveis –, um presente que, muitas vezes, somente o texto lírico pode oferecer. [post_title] => Trocadilho [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [post_password] => [post_name] => trocadilho [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2018-10-11 15:36:57 [post_modified_gmt] => 2018-10-11 18:36:57 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://pnld.editorasaraiva.com.br/?post_type=pnld2018&p=420 [menu_order] => 0 [post_type] => pnld2018 [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [comment_count] => 0 [current_comment] => -1 [found_posts] => 31 [max_num_pages] => 4 [max_num_comment_pages] => 0 [is_single] => [is_preview] => [is_page] => [is_archive] => 1 [is_date] => [is_year] => [is_month] => [is_day] => [is_time] => [is_author] => [is_category] => [is_tag] => [is_tax] => [is_search] => [is_feed] => [is_comment_feed] => [is_trackback] => [is_home] => [is_404] => [is_embed] => [is_paged] => [is_admin] => [is_attachment] => [is_singular] => [is_robots] => [is_posts_page] => [is_post_type_archive] => 1 [query_vars_hash:WP_Query:private] => e0f0c7341674a7b8c05546da8dc97ebd [query_vars_changed:WP_Query:private] => [thumbnails_cached] => [stopwords:WP_Query:private] => [compat_fields:WP_Query:private] => Array ( [0] => query_vars_hash [1] => query_vars_changed ) [compat_methods:WP_Query:private] => Array ( [0] => init_query_flags [1] => parse_tax_query ) ) 1

OBRAS APROVADAS PNLD LITERÁRIO

Todas as obras literárias

Amar, verbo intransitivo

Mário de Andrade; Roteiro: Ivan Jaf; Ilustração: Eloar Guazzelli

código: 0723L18606

Elza é contratada pelo industrial paulista Felisberto para educar os filhos segundo os costumes europeus, com aulas de piano e de alemão. Mas o real interesse dele ao levar a governanta para casa é que Elza cuide da iniciação sexual de Carlos, o primogênito. Dividida entre as aulas de amor e o desejo de receber o provento prometido para voltar para a Alemanha e se casar, Elza conquista as crianças ao mesmo tempo em que causa estranheza em Laura, a mãe delas. Com seu comportamento austero, a governanta alemã revoluciona a rotina na casa dos Sousa Costa. Nesta adaptação, o clássico Amar, verbo intransitivo é recontado em quadrinhos, preservando o impacto original que a obra causou em 1927, quando foi publicada pela primeira vez. Além da temática polêmica, o livro quebrava com as regras da gramática vigentes.  

Ana Z. aonde vai você?

Marina Colasanti

código: 0721L18602

O que aconteceria se a realidade se revelasse mais fantástica que a imaginação? Penetrando num mundo incrível, a jovem Ana Z. conhece a si mesma.  

Apenas diferente

Anna Claudia Ramos

código: 0727L18602

Nicolau é um menino estranho aos olhos dos outros. Gosta de ficar sozinho, diz que conversa com o avô que já morreu, lê muito, gosta de escrever e quase não brinca fora de casa. Seu irmão, Ariel, é uma criança como as outras: alegre, brincalhão, está sempre na rua com os outros meninos. A comparação é inevitável: Nicolau é esquisito, Ariel é uma criança normal. Os pais parecem pensar assim, a professora também, a coordenadora da escola, idem. Só a avó de Nicolau pode entendê-lo: "Você é uma criança apenas diferente", diz ela. À medida que Nicolau cresce, vai tendo certeza de que é diferente e aprendendo a aceitar isso, ou seja, entende que não é anormal nem doente. Adulto, torna-se escritor e, ao ter um filho, parecido com ele, aceita e compreende a necessidade de solidão do menino.

A última árvore do mundo

Lalau e Laurabeatriz

código: 0133L18602

Um dia, uma árvore se vê sozinha no mundo. Mas nem por isso deixa de seguir em frente com sua vida. Ela continua a dar frutos, flores e abrigo a todos que vivem em sua volta.  

Bem-vindos à Casa da Neblina

Lino de Albergaria

código: 0117L18602

A diretora Dolores leva seus alunos para uma excursão até uma cidade antiga, conhecida por suas velhas construções. Lá, visitariam um parque ecológico e dormiriam na escola de freiras onde dona Dolores estudou, hoje uma pousada: a Casa da Neblina. Porém, como bem lembraram os gêmeos Paulo Sérgio, o Pimba, e Úrsula, fantasmas e assombrações adoram tudo o que é velho, sobretudo casas, ruínas… e cemitérios! Alguns acreditam nisso, outros, não; mas o fato é que todos vivem histórias muito misteriosas, todas elas entrelaçadas de um modo mais misterioso ainda.  

Casal verde

Índigo

código: 0315L18602

Walter e Silvia viviam na mesma rua. E como se viam todos os dias, começaram a gostar de verdade um do outro. Acontece que Walter e Silvia são árvores, e se não fosse pelo bem-te-vi Benjamim, eles jamais saberiam que seus sentimentos eram correspondidos. Infelizmente, nem todos na vizinhança compreendem essa paixão - e tem gente até dizendo que suas demonstrações de afeto não passam de “pouca vergonha”. Mas esse casal verde vai contar com a ajuda de alguns intrépidos amigos, que farão o possível e o impossível para que esse romance tenha um final feliz.  

Contos de enganar a morte

Ricardo Azevedo

código: 0104L18602

Quatro pessoas recebem a visita da morte e usam a criatividade para driblar a indesejada das gentes.  

De noite no bosque

Ana Maria Machado

código: 0244L18602

Na casa de Felipe e Gabi, todos os dias, o pai ou a mãe preparam o jantar e depois um dos dois conta histórias para os filhos dormirem. Mas, um dia, os pais chegam exaustos do trabalho e mandam as crianças para a cama. Felipe, então, tem uma ideia: naquela noite, eles contarão histórias para os pais adormecerem.  

Depois daquela viagem

Valéria Piassa Polizzi

código: 0122L18604

A adolescente Valéria narra como contraiu o vírus HIV durante uma relação sem preservativo com o namorado, e conta como convive com a doença. Uma leitura indispensável para a educação do adolescente.  

Fernando Pessoa e outros pessoas

Davi Fazzolari e Eloar Guazzelli

código: 0185L18606

Como primeiro volume da nova coleção HQ Saraiva, Fernando Pessoa e outros pessoas busca conduzir o jovem leitor à obra intrincada e complexa desse escritor maior da Língua Portuguesa. Ao adotar a cidade de Lisboa como um dos personagens, a obra é repleta de ruas e avenidas que se revelam a cada nova página, a cada novo encontro do olhar com o traço do premiado Guazzelli. Se Lisboa pode ser um tabuleiro para Pessoa e para seus leitores, a partir dos versos e da prosa de seus heterônimos principais (os outros pessoas – Álvaro de Campos, Alberto Caeiro, Bernardo Soares), a linguagem das HQs pode gerar ainda outros espaços. Novas viagens para novos viajantes ou para velhos marinheiros saudosos dos atracadouros do Tejo, sedentos por revisitar Lisboa.  

Fragosas brenhas do Mataréu

Ricardo Azevedo

código: 0166L18603

No século XVI, em Portugal, um garoto de 15 anos é condenado a trabalhar na frota portuguesa e embarcar para o novo mundo. A viagem acaba em naufrágio e, quando consegue pisar em terra firme, o menino sobrevive meses solitário, até encontrar um povoado. Entre paixões, perigos e descobertas, há o confronto das verdades estabelecidas e o desassossego de uma vida cheia de indagações.  

História meio ao contrário

Ana Maria Machado

código: 0231L18602

Nesta narrativa, o príncipe e a princesa não se contentam em ser felizes para sempre. Eles querem fazer sua própria trajetória, numa trama cheia de surpresas.  

Ilhados – Tratado sobre guris

Lourenço Cazarré

código: 0342L18602

Esta edição já está de acordo com a nova ortografia. Quem pensa que vida de guri é só alegria, jogo de bola e banho de açude precisa olhar mais de perto, atentamente, para descobrir que é muito mais do que isso. Vida de guri também é ansiedade com as novas descobertas, os ritos de iniciação, o pesadelo nas noites acaloradas, a cumplicidade gostosa do avô ou do cusco. É também o chamado para o combate, a convivência com a intolerância, o medo da humilhação, o confronto com a morte, o controle do animal que existe dentro de si. Mas o melhor da vida de guri é exasperar-se com o universo indecifrável das mulheres, o despertar para o próprio valor e a esperança no que está por vir.  

Jeca, o tatu

Ana Maria Machado

código: 0083L18602

Jeca morava debaixo da terra e nunca tinha novidades para contar. Até que foi parar na cidade e conheceu um mundo de coisas diferentes. Agora, lá na mata, todo mundo quer ouvir as histórias do tatu Jeca!  

Mãos de vento e olhos de dentro

Lô Galasso

código: 0308L18602

Tico adora olhar, com sua amiga Lia, as figuras que as nuvens formam. Quando descobre que a menina é cega, ele passa a modelar a forma das nuvens em argila.  

Meu lugar no mundo

Sulami Katy

código: 0732L18604

O que é ser índio nos dias de hoje? Como os índios enxergam os não índios? A índia Sulami recebeu uma missão: ir a São Paulo divulgar sua cultura. Na viagem, fez descobertas tão especiais que acabou escrevendo um livro.  

O outro apaixonado por Marília de Dirceu

Jair Vitória

código: 0259L18603

Pedro Sião Alcantil, o Pedroco, um rico domador de cavalos, nutria um amor platônico por Maria Doroteia e planejava se declarar. Mas a chegada de um ouvidor e poeta português, o doutor Gonzaga, a Vila Rica atrapalhou todos os seus planos. A moça não resistiu e se apaixonou por aquele que fazia versos, que em sua poesia a chamava de Marília, enquanto ele era o seu Dirceu. Desesperado, sem conseguir tirar Maria Doroteia da cabeça, o que era amor virou obsessão. Pedroco queria vingança. Em O outro apaixonado por Marília de Dirceu, Jair Vitória reconstrói a história imortalizada pelo poeta árcade Tomás Antônio Gonzaga, misturando à ficção acontecimentos, costumes e personagens da História do Brasil. Assim, viajamos à Ouro Preto da Inconfidência Mineira, da exploração do ouro, das igrejas e obras de Aleijadinho, das encenações teatrais e da poesia.  

O leão Adamastor

Ricardo Azevedo

código: 0341L18602

As peripécias de um leão para sobreviver longe da selva. Ao fugir do circo, o leão Adamastor descobre que não sabe onde está e, pior, não sabe mais caçar. Depois de passar dias e mais dias comendo apenas frutinhas e legumes, o imenso felino sente que precisa urgentemente armar um plano de ação. Disfarçado de cachorro, Adamastor parte para a cidade. Lá, é capturado pela carrocinha, arranja um emprego de cão de guarda e acaba indo trabalhar no cinema. Mas, no fundo, ele sabe que isso de leão fingir ser cachorro não é vida...  

O livro dos sentidos

Ricardo Azevedo

código: 0229L18602

Com poesia e humor, o livro mostra a importância dos cinco sentidos – audição, visão, paladar, olfato e tato – e mais um: intuição. Nos textos, um menino expressa suas opiniões pessoais, emoções, ideias, imaginações, fantasias e lembranças e assim descreve os sentidos pelo ponto de vista pessoal, único e intuitivo de uma criança.  

O melhor poeta da minha rua

José Paulo Paes

código: 0253L18601

Nesta coletânea, o autor experimenta vários tipos de poesia. Com lirismo, ironia fina e preocupação social e política, ele mostra a poesia que se esconde no dia a dia.  

O rei borboleta

Dionísio Jacob

código: 0165L18602

Mário Meira, o famoso colecionador de borboletas, sai em busca da única espécie que falta em sua coleção, a raríssima Borboleta Imperial Randômica. Ela é encontrada apenas na distante ilha de Mirabela, para onde também parte Afrânio Passoca, o maior rival de Mário. Na ilha, o colecionador vive uma experiência fantástica que muda sua vida.  

O rei maluco e a rainha mais ainda

Fernanda Lopes de Almeida

código: 0090L18602

Guiada por uma formiga falante, Heloísa visita um reino nada convencional. Lá, a menina descobre que há mais de um modo de ver as coisas.  

Quem és tu?

Marcelo Cipis

código: 0146L18606

O narrador deste livro gosta de observar as pessoas para tentar descobrir o que cada uma delas faz da vida. Mas nem sempre seus palpites estão certos, o que lembra o velho ditado: "as aparências enganam".  

Rodas, pra que te quero!

Ângela Carneiro e Marcela Cálamo

código: 0718L18604

Um relato da vida de Tchela, uma das autoras deste livro, menina que adorava correr e andar de bicicleta e que, de repente, descobre que não vai mais poder usar suas pernas. Mas Tchela é uma garota especial, não se deixa levar pelo pessimismo. Agora, suas pernas são as rodas de sua cadeira.  

Se criança governasse o mundo…

Marcelo Xavier

código: 0314L18602

Uma terra governada apenas por crianças: esta é a situação imaginada pelo autor, que cria um mundo de delícias e maravilhas, sem violência, de desencontros se transformando em encontros e de muita, muita alegria.

Serafim

Bel Linares e Alcy

código: 0170L18602

Serafim era um menino que não gostava de ficar para o fim. Por isso, ele não se arriscava em brincadeiras desconhecidas, nem em responder para a professora quando não tinha certeza, por puro medo de errar. O que Serafim não sabia é que, agindo assim, ele acabava ficando mesmo para o fim, porque nunca se divertia, nunca participava de nada e ficava completamente deslocado da turma. Será que ele conseguiu superar este sentimento?  

Tem uma história nas cartas da Marisa

Monica Stahel

código: 0175L18602

A história é narrada nas cartas que Marisa escreve para a prima Ângela. Além de fatos do cotidiano de sua casa, da escola, dos amigos, Marisa conta, ao longo do livro, o desenrolar do mistério que se criou em torno do novo vizinho – um ser "invisível", o misterioso morador da casa verde. O texto é leve, muito agradável, escrito em forma de narrativa epistolar, falando sobretudo sobre a amizade e o encontro com o outro.  

Trocadilho

Jacqueline Salgado

código: 0178L18601

Poemas leves, bem-humorados, que revelam uma espécie de autobiografia da poetisa. Com jogos de palavras e sons, verdadeiros trocadilhos, os poemas levam a múltiplas imagens – algumas quase improváveis –, um presente que, muitas vezes, somente o texto lírico pode oferecer.

Um lugar cheio de ninguém

Marcelo Xavier

código: 0338L18602

São 22 horas do último dia do mês de julho de 1957, na cidade de Vitória. Neno atravessa a porta - ou ponte - que nos faz adormecer e sonhar e dorme profundamente. Ao acordar, tudo está assustadoramente deserto e silencioso. Incrédulo, o menino resolve testar a realidade e aventurar-se pelas ruas da cidade. Autointitula-se Governador Neno e caminha até sua escola, onde, já desanimado, volta a atravessar a porta - ou ponte - do sono e dos sonhos. Então, nasce um novo Neno.  

Zero Zero Alpiste

Mirna Pinsky

código: 0333L18602

Daniel recebeu o apelido de Zero Zero Alpiste porque tem as bochechas rosadas e cobertas de sardas. Ele não gosta que o vejam chorando, pois um dia o pai lhe disse que "homem não chora". Mas ele vive uma aventura com uma flor que lhe mostra não só que "homem chora", como também "homem deve e precisa chorar" de vez em quando.  

Zumbi, o menino que nasceu e morreu livre

Janaína Amado

código: 0742L18602

Ele havia nascido livre. Corria solto pela mata, subia em árvores, lutava capoeira e empinava pipas coloridas. Um dia, porém, foi capturado. Levado para longe de tudo e de todos, para um lugar totalmente desconhecido. No entanto, esse menino nunca se esqueceu de sua gente. Logo que teve uma chance, ele fugiu. Por meio da história de Zumbi dos Palmares, acompanhamos a história de um povo contra a escravidão e sua luta incansável pela liberdade. Um dia, o menino que nasceu livre, foi capturado e que, mesmo assim, voltou para seu povo lutando até o fim, se tornaria o líder pelo respeito ao ser humano e pela preservação dos valores pessoais.  

Confira conteúdo exclusivo de apoio ao professor
(Apresenta conteúdos não avaliados no Programa)

CLIQUE AQUI

Quer receber as novidades do PNLD?

Preencha os dados abaixo para se cadastrar em nossa Newsletter.

Formulário cadastrado com sucesso!